O desenvolvimento de atletas com deficiência intelectual

0
392
Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. Nela está o atleta do judô Breno Viola, que representou o Brasil em diversos eventos da Special Olympics. Ele está entre outros atletas da entidade, durante uma cerimônia de abertura de evento. Ela usa uniforme e boné branco, e segura uma placa onde está escrito: Rio de Janeiro, Special Olympics Brasil. A placa também traz alguns logos de patrocinadores. Fim da descrição.
Breno Viola, atleta da Olimpíadas Especiais Brasil (Foto: Divulgação)

Por: Olimpíadas Especiais Brasil

Para garantir entretenimento e desenvolver a prática de atividades físicas para crianças com deficiência intelectual, Eunice Kennedy Shriver, irmã do presidente norte-americano John F. Kennedy, passou a realizar, em junho de 1962, no jardim de sua casa, uma espécie de acampamento.

Com o passar do tempo, o evento de um dia se transformou na Special Olympics, uma organização internacional, sem fins lucrativos, de apoio esportivo a pessoas com deficiência intelectual.

Reconhecida internacionalmente, a Special Olympics realizou, 6 anos mais tarde, em 1968, os primeiros jogos especiais na cidade de Chicado, em Ilinois (Estados Unidos).

Com a missão de proporcionar treinamento e competições esportivas, em diversas modalidades olímpicas, a Special Olympics tem aproximadamente 4,5 milhões de atletas credenciados, em mais de 170 países de todo o mundo.

Descrição da imagem #PraCegoVer: Imagem no formato retangular, na horizontal. A imagem traz o logotipo da Special Olympics Brasil, que tem figuras representando bonecos de papel com as mãos dadas, formando um arco olímpico. Fim da descrição.No Brasil, a fundação é reconhecida como Olimpíadas Especiais, e atende cerca de 50 mil atletas, em sete estados.

Mantida por meio de patrocínios, a Olimpíadas Especiais Brasil atua por meio de parcerias com centros esportivos e se destaca em eventos nacionais e internacionais em modalidades como atletismo, basquete, bocha, futebol, ginástica rítmica, judô, natação, tênis e tênis de mesa.

Com foco no desenvolvimento e no envolvimento social do atleta, a Olimpíadas Especiais Brasil oferece uma série atendimentos para avaliar a saúde, além de desenvolver programas extensivos às famílias.

 

Embaixadores

A Olimpíadas Especiais Brasil conta com a parceria de embaixadores, entre eles, o velejador Lars Grael, o tenista Fernando Meligeni, e os jogadores de futebol Romário, Zico e Denilson, que trabalham na campanha em prol da realização de eventos oficiais no país.

 

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here