Surdolimpíadas: Brasil se prepara para 23ª edição do evento

0
343
Descrição da imagem #PraCegoVer: A imagem está no formato retangular, na horizontal. Nela é possível ver o logotipo das Surdolimpíadas, que consiste em uma chama, simulando o formato de uma mão, com um ramo dentro, como se estivesse sendo segurado. Fim da descrição.
23ª edição do evento acontece na Turquia (Foto: Reprodução)

Entre os dias 18 e 30/7, acontece na Turquia, a 23ª edição do Summer Deaflympics, as Surdolimpíadas de Verão, uma versão dos jogos olímpicos, disputados exclusivamente por atletas com deficiência auditiva.

Organizado pelo Comitê Internacional de Desportos de Surdos (ICSD), o evento deve reunir cerca de 2.500 atletas, que vão disputar 21 modalidades.

Com uma delegação de 230 atletas, a Confederação Brasileira de Desportos de Surdos (CBDS), busca patrocínio para conseguir participar do torneio.

Mas, para que os atletas possam disputar o torneio em 16 das 21 modalidades, a CBDS precisa levantar mais de dois milhões de reais em patrocínio.

 

Deaflympics

Idealizado em 1924, o evento inicialmente era chamado de ‘Jogos Internacionais Silenciosos’. Já no período entre 1966 e 1999, a nomenclatura mudou para ‘Jogos Mundiais Silenciosos’. Desde o ano 2000, o evento passou a ser chamado de ‘Deafympics’, Surdolimpíadas em livre tradução.

A 1ª edição das Surdolimpíadas de Verão foi realizada em 1924, em Paris (França). Nesta época, havia 145 atletas de nove países europeus que participam nas sete modalidades.

Desde 1955, o Comitê Olímpico Internacional (IOC) reconhece o ICSD como entidade máxima desportiva internacional para surdos.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here